16 de jan de 2009

Redução de jornada evita demissões na Metagal

[Matéria de Jonas Costa para a Gazeta do Vale]

Um acordo entre uma empresa e um sindicato evitou demissões de trabalhadores em Santa Rita do Sapucaí e Conceição dos Ouros. Reduzir a jornada de trabalho foi a solução encontrada pela indústria de autopeças Metagal, que tem duas unidades na região, e pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Eletro-eletrônica, Informática e Similares de Santa Rita do Sapucaí, Conceição dos Ouros e Cachoeira de Minas (Sindmetsrs).

A crise no setor de autopeças foi o motivo alegado pela Metagal para a demissão de aproximadamente 180 operários de agosto a novembro do ano passado. A partir do acordo, em dezembro, não aconteceram novas demissões. Os funcionários – cerca de 800 – passaram a trabalhar uma hora a menos por semana, recebendo salários compatíveis com os dias trabalhados. "Não houve redução de salários. Houve redução da jornada de trabalho em um dia por semana", explica o advogado do Sindmetsrs, Ronaldo Kersul.

A diminuição da carga horária não reduz os benefícios dos trabalhadores. Nos cálculos de férias, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e verbas rescisórias, será considerado o valor do salário nominal, ou seja, sem a redução de uma hora. A Metagal ainda aceitou algumas exigências do sindicato. Uma delas é a estabilidade de seis meses aos operários que aceitaram a diminuição. Outro compromisso é dar prioridade a ex-funcionários quando houver novas contratações.

Segundo a presidente da entidade sindical, Maria Rosângela Lopes, as negociações foram difíceis. "Levamos a discussão para o chão de fábrica. Foi complicado para eles entender a redução pouco antes das festas e das férias de alguns", relata. Para o advogado Ronaldo Kersul, o pior cenário foi evitado. "Lutamos e mantivemos os postos de trabalho".

Nenhum comentário: