30 de mar de 2009

Prefeitura faz obras de drenagem



[Matéria de Jonas Costa para a Gazeta do Vale]

A Prefeitura de Santa Rita do Sapucaí iniciou há uma semana obras de captação e drenagem de água pluvial na área urbana. Os trabalhos acontecem em bairros que vêm sofrendo transtornos após as chuvas. Alagamento e pavimentação deficiente estão entre os principais problemas dessas regiões.

Nos bairros Fernandes e Jardim Beira-Rio, uma retroescavadeira foi usada na limpeza de drenos receptores de águas de chuva e esgoto. Segundo o secretário de Obras do município, Luiz Alberto Duarte Julidori, o trecho tem cerca de 300 metros e pode ser considerado um pequeno curso d’água. “É como se fosse um riacho”, resume. Os drenos vão da rua Dr. Oswaldo Campos do Amaral até o rio Sapucaí. Julidori afirma que o ‘riacho’ deverá ser canalizado para possibilitar a abertura de ruas no Beira-Rio.

A rua Monsenhor Calazans também está sofrendo reparos. O secretário de Obras diz que o número de bocas-de-lobo da via pública passará de três para 20. A falta de bueiros tem prejudicado a qualidade do calçamento da rua. Tubulações danificadas estão sendo substituídas para melhorar o escoamento da água.

Para Luiz Julidori, a drenagem da água pluvial é a maior deficiência de Santa Rita. Segundo seus cálculos, a construção das galerias de que a cidade necessita custaria de R$ 7 milhões a R$ 10 milhões. O secretário pretende encaminhar essa demanda ao governo federal até o final do ano. “Essa obra precisa ser feita. Não aparece, fica enterrada, não dá votos, não embeleza nada, mas resolve o grande problema da cidade. Enquanto não se fizer isso, não adianta consertar calçamento”, comenta.

Foto: Jonas Costa

Nenhum comentário: