9 de abr de 2009

Pressão por obras chega a Bilac Pinto

[Matéria de Jonas Costa para a Gazeta do Vale]

Depois de se reunirem com o deputado estadual Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), os vereadores de Santa Rita do Sapucaí pressionaram o representante da cidade na Câmara Federal, Olavo Bilac Pinto (PR), em busca de apoio a obras de infraestrutura urbana. O encontro com o congressista ocorreu na quinta-feira, 2, e foi articulado pelo presidente da Câmara Municipal, Magno Magalhães (PT). Todos os nove vereadores santa-ritenses participaram do evento no Paço Legislativo Antônio Procópio da Costa.

Os pleitos levados a Bilac Pinto foram os mesmos apresentados ao deputado Dalmo uma semana antes. Os vereadores pediram empenho do parlamentar federal para acelerar a execução de quatro obras: calçamento de ruas da Nova Cidade, passarela de acesso ao bairro Pedreira, reforma da ponte do Matadouro e construção de galerias pluviais. Bilac afirmou que o orçamento do governo federal para 2009 destina R$ 850 mil para pavimentação de vias públicas e outras demandas de infraestrutura de Santa Rita – galerias, por exemplo.

O deputado destacou que o projeto técnico da passarela sobre a rodovia BR-459 já foi elaborado. Ele disse que o próximo passo é um processo licitatório para escolha da empreiteira que realizará a obra. O órgão responsável por essa licitação é o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), vinculado ao Ministério dos Transportes. O titular da pasta, Alfredo Nascimento, pertence ao mesmo partido que Bilac.

A proximidade do parlamentar com o governador Aécio Neves (PSDB) – de quem foi secretário – deve facilitar a liberação de verbas para a reforma da ponte sobre o ribeirão do Vintém, ao lado do Matadouro Municipal. Isso porque o projeto já foi encaminhado ao governo estadual. Na semana anterior, Dalmo disse que os recursos para a ponte poderiam “sair a qualquer momento”.

O vereador Magno Magalhães saiu satisfeito da reunião com Bilac Pinto. Para o petista, a pressão dos vereadores é legítima e ajuda o deputado a buscar recursos para o Vale da Eletrônica. “Sabemos que liberar verbas neste momento é difícil. Por isso, pressionamos o deputado para que ele tenha mais argumentos quando também for pressionar os governos”, diz o presidente da Câmara.

O representante do PV no Legislativo municipal, Hudson Carvalho, classificou o encontro político como “produtivo”. Hudson entende que a pressão sobre os deputados explicita o comprometimento dos vereadores com a população. “Sabemos dos problemas e não estamos sendo omissos. Essas reuniões demonstram isso”, afirma o verde. Já o vereador Sebastião Cláudio da Silveira (PR) diz que está mais otimista depois dos dois encontros. “A esperança é a última que morre”, comenta.

Nenhum comentário: