7 de ago de 2009

Moradores de dois bairros recebem escrituras

[Matéria de Jonas Costa para a Gazeta do Vale]

Cerca de 750 moradores de dois conjuntos habitacionais de Santa Rita do Sapucaí receberam as escrituras de suas casas no último domingo, 2. Os cidadãos contemplados residem nos bairros Arco-Íris e Pedro Sancho Viela, em imóveis doados pela Prefeitura em gestões anteriores. A administração municipal entregou os documentos durante cerimônia no Estádio Coronel Erasmo Cabral. Participaram do evento o prefeito Paulo Cândido da Silva (PV) e seu vice, David Carvalho Kallás (PSB).

A Prefeitura havia anunciado a entrega de 800 escrituras (700 do Pedro Sancho e 100 do Arco-Íris), mas alega que 50 processos ainda não foram concluídos. “Esses 50 pendentes devem ter algum problema de documentação ou falta de assinaturas”, diz o secretário municipal de Obras e Desenvolvimento Urbano, Marcos Antônio Salvador de Barros. Ele explica que os novos proprietários não poderão vender suas casas por um período de 15 anos.

Os imóveis do bairro Arco-Íris foram doados durante o governo Paulo Frederico Toledo (1987-1988). Já os lotes do bairro Pedro Sancho foram distribuídos nos dois últimos mandatos de Jefferson Gonçalves Mendes (1997-2004). Segundo o secretário Salvador de Barros, as escrituras começaram a ser providenciadas após a posse do atual prefeito, em abril de 2008. Mas o antecessor de Paulo Cândido, Ronaldo de Azevedo Carvalho (PSDB), sustenta ter deixado os 100 documentos referentes ao Arco-Íris em “fase final”.

Alheios às disputas políticas, vários moradores se emocionaram ao serem chamados pelo locutor do evento de domingo. A dona-de-casa Lucimara de Toledo Freitas, 46, viveu por 22 anos no Arco-Íris à espera da escritura. “Em cada época falavam um prazo. Levei documentos para a Prefeitura várias vezes”, relata. A trabalhadora autônoma Sandra Jerônimo, 39, esperava pelo documento desde 2000, quando construiu sua residência no Pedro Sancho. Ela e alguns vizinhos contemplados pretendem comemorar a conquista. “Já dá para fazer um churrasquinho”, anima-se.

A transferência de aproximadamente 1400 imóveis doados pela Prefeitura ainda não foi regularizada. Trata-se dos conjuntos habitacionais Recanto das Margaridas, Marcos Baracat e Dr. Luiz Rennó Mendes.

Nenhum comentário: